segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

"Será que a propaganda é tão malvada assim?"


“Para todo problema complicado há uma solução simples, rápida, de baixo custo e... errada” (B. Russel).

Acho que esse é o pensamento ideal para ilustrar o absurdo que são esses projetos de leis que insistem em proibir a publicidade, como o de bebidas alcoólicas e a publicidade para o público infantil.

A propaganda jamais impõe o consumo deste ou daquele produto, a decisão de adquirir algo ou não, é pessoal e baseada nos valores de cada um.

Não é a propaganda que forma cidadãos alcoólatras, ou crianças que se tornarão consumidores compulsivos.

O que determina a formação dos cidadãos é a educação, essa sim é a base principal que diferencia o que a pessoa vai ser quando crescer.

Acredito que a solução desses fatores, como de qualquer outro problema social, jamais irá se resolver com uma proibição. Os valores que temos que transmitir as crianças e adolescente não devem ser baseados no fator proibir, mas sim no informar.

Baseado no projeto de lei que visa proibir à publicidade infantil a agência Tarteka criou um anúncio que ilustra muito bem a sua posição sobre esse tema. Anúncio que por sinal eu achei Ótemo.

3 comentários:

Jonathas Levy disse...

muuito boa!

Larissa Dinamarco disse...

Muito bom....adorei!
Retrata bem a nossa realidade!

Fabrício Falcheti disse...

Tremendo absurdo essas proibições. Estão tentando atar as nossas mãos. Alguem tem q segurar isso, senão daqui a pouco tudo será criado da forma que o Governo quiser. Lamentável!

Muito bom o anúncio e mto boa a crítica!